Publicidade
Espaços Públicos

Aos 90, Paulo Mendes da Rocha cria primeiro mobiliário urbano


Publicado em 16.01.2019, às 11:35 am

A convite do Esquina o arquiteto Paulo Mendes da Rocha criou sua primeira peça de mobiliário urbano. Batizado de banco Trianon, foi desenvolvido em parceria com a arquiteta e designer Nadezhda Rocha, sua filha. A peça tem seis metros de comprimento com encostos instalados de maneira alterada para incentivar a interação entre usuários. O nome remete à área da Paulista que servia de ponto de encontro e convivência, o antigo Trianon.

A proposta é uma das concorrentes do Festival Paulista Para Todos, em que quatro premiados escritórios de arquitetura (Paulo Mendes da Rocha, FGMF, Konigsberger Vannucchi e Nitsche) foram convidados a desenvolver, de maneira livre, peças de mobiliário urbano para a Paulista. 

Além do festival, fazem parte da ação um debate e uma série de passeios na avenida, tudo para impulsionar ainda mais o bom momento da via mais querida da cidade. O Paulista Para Todos tem o apoio do escritório de advocacia Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados, sediado na Paulista.

LEIA TAMBÉM:

– Em encontro, arquitetos apresentam ideias para mobiliário na Paulista

– Königsberger Vannucchi projeta banco tecnológico para a Paulista

– Aos 90, Paulo Mendes da Rocha assina primeiro mobiliário urbano

– FGMF propõe peças interativas para lazer na Paulista

– Escritório Nitsche cria fontes que saltam sobre o asfalto da Paulista

– Esquina convida arquitetos a criarem mobiliário para a Paulista

Principais tags desta reportagem:




Publicidade
Outros destaques

Bitnami